No planeta Matematicando, você encontrará as atividades a seguir.

Nave da Diversão



Conhecendo o zoológico:


Aparece o desenho de um zoológico com um macaco, um elefante, uma arara, um tucano e uma girafa. A criança deve, seguindo as instruções de Gutinho, clicar apenas nos animais pequenos.

Objetivos:
  • Incentivar a curiosidade da criança pelos animais, suas características e a diversidade de seres encontrados na natureza.
  • Estimular a sua capacidade de estabelecer comparações e fazer categorizações com base nelas (grande e pequeno).
  • Contribuir para que ela adquira noções importantes para, posteriormente, compreender as medidas convencionais de tamanho.

Diferenças:


É apresentado um desenho com cinco crianças. Seguindo as instruções do Gutinho, o jogador deve identificar cada criança de acordo com suas características físicas.

Objetivos:
  • Estimular o jogador a identificar as diferenças entre os personagens para poder nomeá-las e utilizá-las em outras situações.
  • Incentivá-lo a reconhecer e valorizar as diferenças entre as pessoas.
  • Promover a sua capacidade de fazer comparações como claro e escuro, alto e baixo.

Outras diferenças:


Aparece o desenho de um lago com um peixe e um pato. Diante de um dos animais, há um caminho estreito; diante do outro, há um mais largo. A criança deve clicar no animal que tem à sua frente o caminho mais estreito.

Objetivos:
  • Estimular a criança a desenvolver os conceitos de estreito e largo e a capacidade de comparar objetos, tanto em atividades virtuais como no mundo real.
  • Contribuir para que ela adquira noções importantes para que, posteriormente, compreenda as medidas convencionais de forma.

Artes com figuras geométricas:


São oferecidas algumas formas geométricas, com tamanhos e cores diferentes, para que a criança crie três figuras de maneira livre. As formas apresentadas são quadrados, triângulos e círculos.

Objetivos:
  • Estimular a criatividade da criança e a sua capacidade de abstração.
  • Contribuir para que ela perceba que diversos objetos são formados por figuras geométricas e para que possa identificar estas figuras no mundo real.
  • Incentivá-la a representar formas tridimensionais utilizando figuras planas.

Contando:


Aparece o desenho de um guarda-roupa aberto, com 10 camisas do lado de fora. Seguindo as instruções do Gutinho, a criança deve guardar 5 delas. O número de camisas guardadas pode ser visto abaixo do guarda-roupa.

Objetivos:
  • Estimular a criança a relacionar os números escritos com as quantidades que eles representam e a perceber que eles variam sempre na mesma ordem.
  • Contribuir para que ela identifique o número 5.
  • Levá-la a contar até 5, mentalmente ou em voz alta, para resolver um problema virtual.

Maior e menor:


É apresentado um cenário com cinco crianças. O jogador deve identificar algumas delas a partir de comparações das suas características físicas (a mais baixa, a mais alta, a morena)

Objetivos:
  • Estimular o jogador a identificar as diferenças entre os personagens para poder nomeá-las e utilizar este conhecimento em outras situações.
  • Incentivá-lo a reconhecer e valorizar as diferenças entre as pessoas.
  • Promover a sua capacidade de fazer comparações como claro e escuro, alto e baixo.

Localização:


Aparecem os desenhos de um passarinho e de uma casa. Seguindo as instruções do Gutinho, a criança deve colocar o passarinho em quatro lugares diferentes: embaixo, em cima, dentro e fora da casa.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança se familiarize com conceitos de posição: em cima, embaixo dentro e fora.
  • Incentivá-la a descrever objetos reais ou virtuais a partir da sua posição em relação a outros objetos.

Ambiente:


São apresentados dois cenários, um com muitas flores e outro sem nenhuma, e um beija-flor. A criança deve colocar o pássaro no jardim com mais flores.

Objetivos:
  • Fomentar a capacidade da criança de estabelecer comparações de mais e menos e a tomar decisões com base nelas.
  • Contribuir para que ela adquira noções matemáticas importantes tanto para as medidas quanto para a aritmética.
  • Estimulá-la a perceber que as características dos ambientes têm relação com os animais que podem ser encontrados neles.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “A Galinha do Vizinho”, “Indiozinhos” e “Um a Doze”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As três músicas apresentam a contagem de números de forma cantada.

Objetivos:
  • Contribuir, de forma lúdica, para o reconhecimento e para a memorização da ordem dos números até 12.
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.

Nave da Descoberta



Números e civilizações:


São oferecidas informações sobre os sistemas de numeração egípcio, romano e maia. São mostradas as representações dos números até 10 nos três sistemas.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança compreenda que os números representam quantidades e que já existiram vários sistemas numéricos.
  • Incentivá-la a perceber que os números tem uma história e a se interessar por essa história. Auxiliá-la a desenvolver noções de tempo histórico.
  • Estimulá-la a compreender para que serve a escrita e como ela funciona. Incentivá-la a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

O número sete:


São apresentadas diversas curiosidades sobre o numero 7, que vão desde os dias da semana até as sete maravilhas do mundo.

Objetivos:
  • Estimular a curiosidade da criança a respeito dos números e contribuir para que ela perceba o quanto eles estão presentes no cotidiano.
  • Ajudá-la a perceber que os números representam quantidades e que também podem ser usados para organizar objetos e eventos, como no caso dos dias da semana.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa



Ligue os pontos:


É oferecido, para imprimir, um desenho de uma atividade de ligar os pontos com números até 10. O desenho formado é de um passarinho.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança memorize, de forma lúdica, a sequência dos números até 10.
  • Despertar a sua curiosidade sobre o desenho que será formado no final.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.

Trabalhando com tintas:


São apresentadas cinco sugestões de atividades com tintas. As atividades devem ser desenvolvidas fora do computador, com a ajuda de um adulto, pois algumas tintas mancham e as instruções estão escritas.

Objetivos:
  • Estimular a criatividade da criança e a sua capacidade de se expressar e representar o mundo por meio da pintura e do desenho.
  • Incentivá-la a explorar algumas opções de materiais e formas de pintura e a valorizar o trabalho artístico como algo prazeroso.

Continuando desenhos:


É oferecida, para imprimir, uma folha com três grupos de desenhos: um de instrumentos musicais, um de árvores e o outro de animais. A criança deve desenhar objetos que possam pertencer a cada grupo.

Objetivos:
  • Contribuir para o desenvolvimento da capacidade de categorização da criança levando-a a refletir sobre os objetos que podem pertencer a cada grupo.
  • Incentivar a criança a lidar com listas de objetos que, em seguida, poderão ser comparados e contados.

Objetos diferentes:


É apresentada uma folha para imprimir com seis peixinhos. Os três de cima têm formas geométricas desenhadas no corpo. Os três de baixo estão em branco. A criança deve desenhar, nos peixes em branco, figuras geométricas que seguem os padrões mostrados nos peixes de cima.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a prestar atenção nas formas geométricas e tentar reproduzi-las.
  • Contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina.
  • Estimulá-la a valorizar o desenho como forma de representar o mundo.

No planeta Natureza e Vida, você encontrará as atividades a seguir.

Nave da Diversão



Fenômenos da natureza:


Aparece uma paisagem em que o tempo varia conforme a criança clica em um botão. Os fenômenos representados são um dia claro, o vento, a chuva, o sol e a noite.

Objetivos:
  • Estimular a criança a observar os fenômenos climáticos comuns e a refletir sobre eles.
  • Despertar a sua curiosidade em relação aos fenômenos da natureza e às mudanças que acontecem diariamente no ambiente.

Retirando o lixo:


É apresentado um desenho do fundo do mar com vários objetos. Alguns deles, como peixes, plantas e conchas, pertencem a este ambiente. Outros, como botas, pneus e latas, não deveriam estar ali. A criança deve colocar todos os objetos que não fazem parte do fundo do mar em uma cesta para limpar o local.

Objetivos:
  • Estimular atitudes de preservação do meio ambiente. Contribuir para que a criança perceba que alguns cuidados são necessários para preservar o fundo do mar.
  • Incentivá-la a refletir sobre o destino do lixo: o que acontece com o que jogamos nas águas?
  • Despertar a sua curiosidade em relação às características dos ambientes marinhos.

Dia e noite:


São apresentadas duas telas para que a criança desenhe, de forma livre, um dia e uma noite.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a observar o mundo à sua volta e a representá-lo na forma de desenho.
  • Estimulá-la a utilizar seus conhecimentos pessoais para criar as imagens do dia e da noite.
  • Contribuir para o desenvolvimento da imaginação, da criatividade, da capacidade de expressão e das habilidades estéticas da criança.
  • Estimular suas habilidades simbólicas e sua curiosidade em relação aos fenômenos naturais.

Cada ser no seu lugar:


São apresentados quatro cenários e quatro seres. Os cenários são um pasto, uma casa, um ambiente aquático e uma floresta. Os seres são uma vaca, um peixe, um menino e um tigre. A criança deve colocar cada ser no cenário onde ele vive.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a perceber que os animais, inclusive o ser humano, vivem em ambientes diferentes. Levá-la a refletir sobre isso para descobrir onde deve colocar cada ser.
  • Estimulá-la a comparar os animais e os ambientes, buscando semelhanças e diferenças entre eles. Contribuir para que ela perceba que existem relações entre as características do animal e do local que ele é encontrado.
  • Despertar a sua curiosidade em relação aos seres vivos e seus habitats.

Os animais e seu habitat:


Aparecem dois cenários e cinco animais. Os cenários são uma casa e uma floresta. Os animais são um elefante, um gato, um cachorro, um tucano e um macaco. A criança deve colocar os animais domésticos no cenário da casa e os selvagens no da floresta.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a observar os animais e perceber semelhanças e diferenças entre eles.
  • Levá-la a categorizá-los de acordo com os conhecimentos prévios que tem sobre eles.
  • Despertar a sua curiosidade sobre os animais e suas características.
  • Mostrar que os animais que vivem na floresta são chamados de “selvagens” e os que vivem em casa são conhecidos como “domésticos”.

Como é minha família:


Uma série de figuras humanas, com diferentes características, é oferecida. A criança deve escolher algumas delas para representar a sua família.

Objetivos:
  • Levar a criança a representar a sua família da forma que achar conveniente.
  • Estimulá-la a desenvolver um conceito de família em que a sua família se encaixe, independentemente da configuração que tenha.
  • Incentivá-la a identificar semelhanças e diferenças entre os desenhos oferecidos e os seus familiares.
  • Contribuir para que ela perceba a diversidade humana como algo natural e para que se perceba como parte da sua família.

Tipos de animais:


São apresentados seis animais que devem ser separados de acordo com as suas características. Os animais são um macaco, um cachorro, um gato, um passarinho, um tucano e um pato. A criança deve colocar em um quadro os seres que têm pelo e, em outro, os que têm penas.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a observar os animais e perceber semelhanças e diferenças entre eles.
  • Levá-la a categorizá-los de acordo com os seus conhecimentos prévios.
  • Despertar a sua curiosidade sobre os animais e suas características e permitir que ela descubra coisas novas sobre eles.

Transformação:


Aparecem cinco matérias-primas: um abacaxi, um monte de barro, uma árvore, uma vaca e uma flor. Seguindo as instruções de Gutinho, a criança deve identificar quais destes materiais dão origem aos seguintes objetos: um vaso, uma mesa, queijo, suco e tinta. Quando clicar na matéria-prima correta, esta se transformará no objeto que pode originar.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a perceber a origem natural de diversos objetos e substâncias utilizados pelo ser humano.
  • Estimular a sua curiosidade a respeito da origem dos materiais e contribuir para que ela perceba que o ser humano modifica o ambiente de acordo com as suas necessidades.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “Pica-pau”, “Dona Arara” e “O Golfinho”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As três músicas contém repetições de sons, rimas e onomatopeias. Seu vocabulário é um pouco mais complexo do que os das músicas dos Mundos da Linguagem e Matematicando, mas o requisito para utilizá-las é apenas a criança gostar delas.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos tanto dentro como fora do jogo.
  • Contribuir para o reconhecimento dos sons que formam as palavras da língua portuguesa (consciência fonológica) por meio de rimas e repetições consonantais.
  • Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.
  • Despertar o seu interesse em relação aos animais que aparecem nas músicas e suas características.

Nave da Descoberta



Golfinho:


É oferecida a informação de que os golfinhos conseguem se reconhecer na frente do espelho.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança a respeito dos golfinhos e dos animais em geral. Permitir que ela amplie os seus conhecimentos sobre os animais.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Cães:


Aparecem o desenho de um cão e um texto que contam que os cães ouvem sons que os seres humanos não conseguem escutar.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança a respeito dos cães e dos animais em geral. Permitir que ela amplie os seus conhecimentos sobre os animais.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Cócegas:


São apresentados um desenho e um texto que contam que sentir cócegas é uma reação do ser humano ao medo. Ela foi desenvolvida como forma de proteção.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade e permitir que a criança amplie seus conhecimentos sobre o próprio corpo.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Barriga:


É oferecida a informação de que o som de ronco do estômago se deve ao movimento que este órgão faz quando se prepara para receber comida.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade e permitir que a criança amplie seus conhecimentos sobre o próprio corpo.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Joaninhas:


São apresentados um desenho e um texto que contam que existem joaninhas de várias cores e que estas cores servem para protegê-las de seus predadores.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança a respeito das joaninhas e dos animais em geral. Permitir que ela amplie os seus conhecimentos sobre os animais.
  • Contribuir para que ela perceba que existem predadores e presas e para que, posteriormente, ela compreenda a cadeia alimentar.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Orelhas e nariz:


É oferecida a informação de que o nariz e a orelha nunca param de crescer.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança a respeito do próprio corpo, suas partes e características. Permitir que ela amplie os seus conhecimentos sobre o corpo humano.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Baratas:


Aparece um desenho de uma barata correndo e conta-se que, se considerarmos o tamanho deste animal, ele é o mais rápido de todos.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança a respeito das baratas e dos animais em geral. Permitir que ela amplie os seus conhecimentos sobre os animais.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa:



Jogo da memória:


São oferecidos 10 pares de cartas com desenhos de animais para imprimir, recortar e jogar. Se reunidos com as cartas dos outros mundos, podem formar um jogo da memória com um maior nível de dificuldade.

Objetivos:
  • Promover a identificação e a curiosidade da criança pelos animais representados.
  • Estimular a sua memória de trabalho.
  • Incentivar as suas habilidades sociais e de seguir as regras do jogo.

Ligue os pontos:


São apresentadas, para imprimir, duas atividades de ligar os pontos com números até 30. Os desenhos formado são um pássaro e uma estrela.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança se familiarize e memorize a sequência dos números até 30.
  • Incentivar a sua curiosidade sobre o desenho que se formará no final.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.

Colorindo:


É oferecido um desenho em preto e branco de um tigre, para a criança imprimir e colorir da forma que desejar.

Objetivos:
  • Permitir que a criança brinque com as cores, veja o resultado e possa compartilhar o desenho com outras pessoas.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina.
  • Incentivá-la a valorizar o desenho e a pintura como formas de representar o mundo.

No planeta Criarte, você encontrará as seguintes atividades:

Nave da Diversão



Desenho livre:


São oferecidas algumas ferramentas para que a criança faça um desenho livre: um pincel que permite traçar linhas de diferentes espessuras, uma borracha e algumas cores. É possível imprimir o desenho.

Objetivos:
  • Estimular a criatividade e a capacidade da criança de se expressar e representar o mundo por meio de desenhos.
  • Incentivar o prazer por desenhar e o respeito pelos próprios desenhos. Permitir que eles sejam vistos por outras pessoas na forma impressa.
  • Estimular a sensibilidade e a capacidade estéticas.

Reciclando:


Aparecem os contornos de três brinquedos feitos de sucata e, ao lado, os desenhos dos objetos que os compõem. A criança deve identificar quais objetos formam cada um dos brinquedos e montá-los por cima dos contornos.

Objetivos:
  • Incentivar o aproveitamento de materiais descartáveis para a criação de brinquedos ou para a confecção de produtos artísticos.
  • Promover a valorização de atitudes de preservação do meio ambiente, como a reutilização de materiais.
  • Fomentar a criatividade e a capacidade da criança para representar objetos e seres por meio de materiais diversos.
  • Estimular a capacidade da criança de relacionar formas bidimensionais com objetos tridimensionais desenhados.

Colorindo:


É apresentado um desenho em preto e branco e algumas opções de cores. A criança deve pintar o desenho como desejar e, se quiser, pode imprimi-lo.

Objetivos:
  • Estimular a sensibilidade e a capacidade estéticas da criança. Permitir que ela brinque com as cores, veja o resultado e possa compartilhar o desenho com outras pessoas ao imprimi-lo.
  • Incentivá-la a valorizar o desenho e a pintura como formas de representar o mundo e como fontes de lazer e diversão.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “Arco-íris”, “Coelhinho da Páscoa” e “Se o Céu”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As duas primeiras músicas apresentam rimas e a terceira estimula a criança a movimentar partes do seu corpo.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança, em especial a aprendizagem do nome de cores, partes do corpo, adjetivos e movimentos.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para o reconhecimento dos sons que formam as palavras da língua portuguesa (consciência fonológica) a partir de algumas rimas contidas nas músicas. Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.

Nave da Descoberta



Cores primárias:


É oferecida a informação de que o azul, o vermelho e o amarelo são cores primárias e que, a partir delas, é possível formar todas as outras cores.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança sobre as cores e sobre o fato de que ao misturá-las formamos outras cores.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Mistura de cores:


São apresentadas algumas informações sobre as cores e um local para misturar as três cores primárias (amarelo, azul e vermelho). A criança deve arrastar duas ou três cores para este espaço e ver o resultado da mistura.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a manipular e a brincar com as cores. Mostrar a ela que muitas cores são formadas pela mistura de outras.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Papel:


Aparecem um desenho e um texto que contam que o papel foi inventado pelos chineses a partir de uma mistura de cascas de árvore, panos e redes de pesca.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança sobre a história do papel e fazê-la perceber que ele é fabricado pelo ser humano a partir de recursos naturais.
  • Incentivá-la a refletir sobre o tempo histórico e sobre o fato de que, por algum algum tempo, as pessoas não tinham acesso a recurso que hoje nos parecem triviais.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Origami:


É apresentada a informação de que o origami é a criação de formas pela dobradura do papel, sem o uso de tesoura ou cola, e que também foi inventado pelos chineses.

Objetivos:
  • Despertar o interesse e a curiosidade da criança a respeito do origami. Dizer a ela que é possível criar formas tridimensionais diversas a partir de uma folha de papel.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa



Jogo da memória:


São oferecidos 10 pares de cartas para imprimir, recortar e jogar. Eles mostram desenhos de instrumentos utilizados em trabalhos artísticos, como pincéis, lápis, sucata e tintas. Se reunidos com as cartas dos outros mundos, podem formar um jogo da memória com um maior nível de dificuldade.

Objetivos:
  • Promover o interesse da criança em relação aos recursos que podem ser utilizados em trabalhos artísticos.
  • Estimular a sua memória de trabalho.
  • Fomentar as suas habilidades sociais e de seguir as regras do jogo.

Ligue os pontos:


É apresentada, para imprimir, uma atividade de ligar os pontos com números até 20. O desenho formado é um balde de tintas.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança memorize a sequência dos números até 20.
  • Estimular a sua curiosidade sobre o desenho que se formará no final.
  • Incentivá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.

Colorindo:


É oferecido um desenho em preto e branco com várias linhas e com as partes numeradas. A criança deve observar os números e pintar as partes com um mesmo número de uma única cor. O desenho formado ao final será de uma impressora.

Objetivos:
  • Permitir que a criança brinque com as cores, veja o resultado e possa compartilhar o desenho com outras pessoas.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina.
  • Incentivá-la a valorizar o desenho e a pintura como formas de representar o mundo.
  • Despertar a sua curiosidade em relação à figura que se formará no final.
  • Contribuir para que ela se familiarize com os números e suas formas.

No planeta Musicarte, você encontrará as seguintes atividades:

Nave da Diversão



Instrumentos da banda:


Aparecem quatro crianças tocando instrumentos musicais. Seguindo as instruções de Gutinho, a criança deve clicar em cada um dos instrumentos para escutar o seu som. Ela precisa identificar qual é o instrumento pedido (bateria, violão, saxofone e piano).

Objetivos:
  • Incentivar a criança a explorar os instrumentos e os sons da fase de forma intuitiva e espontânea.
  • Estimulá-la a se interessar pelos instrumentos, a comparar seus sons e a vê-los como fontes de prazer e entretenimento.

Som dos instrumentos:


São apresentados quatro instrumentos musicais: um tambor, um violão, um teclado e um trombone. Seguindo as instruções de Gutinho, a criança deve clicar nos instrumentos para escutar seus sons.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a explorar os instrumentos e os sons da fase de forma intuitiva e espontânea.
  • Estimulá-la a se interessar pelos instrumentos, a comparar seus sons e a vê-los como fontes de prazer e entretenimento.

Canção das crianças:


Aparecem quatro crianças. Seguindo as instruções de Gutinho, o jogador deve identificá-las a partir de algumas de suas características físicas e escutar as músicas que elas estão cantando.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para que ela possa reconhecer, comparar e descrever algumas características humanas.

Casas musicais:


São apresentadas quatro casas numeradas de um a quatro. A criança deve clicar em cada uma delas para escutar as músicas preferidas dos seus moradores.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para que ela se familiarize com os números escritos e compreenda que eles podem ser utilizados para organizar objetos e informações.

Som dos animais:


Aparece um desenho com quatro alto-falantes e quatro animais: um peru, um cachorro, um gato e um cavalo. Cada alto-falante emite o som de um animal. A criança deve levar os animais até os alto-falantes que emitem o seu som.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo e intuitivo da criança com os sons dos animais e despertar a sua curiosidade sobre estes sons e outros presentes na natureza.
  • Estimular a sua capacidade de reconhecer e discriminar os sons dos animais representados.
  • Incentivá-la a perceber os sons como fontes de informação sobre o mundo.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “Bandinha da Escola”, “Homem pela Estrada” e “A Bandinha vai Tocar”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As três músicas apresentam onomatopeias.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para o reconhecimento dos sons que formam as palavras da língua portuguesa (consciência fonológica) por meio das onomatopeias.
  • Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.
  • Despertar a sua curiosidade em relação aos instrumentos musicais que aparecem nas músicas.

Nave da Descoberta



Dia da música:


É oferecida a informação de que o dia 29 de novembro é o dia mundial da música.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança para assuntos relacionados à música.
  • Contribuir para que ela se familiarize com a forma de representação das datas e aprenda como funciona a organização do tempo em dias e meses.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Famílias dos instrumentos:


São apresentadas as famílias dos instrumentos musicais: metais, cordas percussão e madeira.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos tipos de instrumentos musicais que existem.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Madeira:


Aparece o desenho de uma flauta e é oferecida a informação de que ela é da família dos instrumentos de madeira.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos instrumentos musicais que existem, principalmente a flauta, e à maneira como eles são classificados.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Cordas:


Aparece o desenho de um violino e um violão e é oferecida a informação de que eles são da família das cordas.

Objetivos:
    Despertar a curiosidade da criança em relação aos instrumentos musicais que existem, principalmente o violão e o violino, e à maneira como eles são classificados.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Percussão:


Aparece o desenho de um tambor e é oferecida a informação de que ele pertence à família da percussão.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos instrumentos musicais que existem, principalmente o tambor, e à maneira como eles são classificados.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Metais:


Aparece o desenho de um trompete e é oferecida a informação de que ele é da família dos instrumentos de metal.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos instrumentos musicais que existem, principalmente o trompete, e à maneira como eles são classificados.
  • Estimu lar a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa



Jogo da memória:


São oferecidos 10 pares de cartas com desenhos de instrumentos musicais para imprimir, recortar e jogar. Se reunidos com as cartas dos outros mundos, podem formar um jogo da memória com um nível maior de dificuldade.

Objetivos:
  • Promover o reconhecimento dos instrumentos representados e a curiosidade geral da criança em relação à música.
  • Estimular a sua memória de trabalho.
  • Fomentar as suas habilidades sociais e de seguir as regras do jogo.

Colorindo:


É oferecido um desenho em preto e branco de três crianças tocando instrumentos, para o jogador imprimir e colorir da forma que desejar.

Objetivos:
  • Permitir que o jogador brinque com as cores, veja o resultado e possa compartilhar o desenho com outras pessoas.
  • Estimulá-lo a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina.
  • Incentivá-lo a valorizar o desenho e a pintura como formas de representar o mundo. Fomentar sua curiosidade a respeito da música e dos instrumentos musicais.

Ligue os pontos:


É oferecida, para imprimir, uma atividade de ligar os pontos para formar um violão.

Objetivos:
    Incentivar a criança a valorizar o desenho como forma de representar o mundo. Contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina. Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.

No planeta Mundo da Linguagem, você encontrará as seguintes atividades:

Nave da Diversão



O patinho Quaquá:


São apresentadas quatro imagens que a criança deve ordenar de acordo com uma história narrada. A história é contada por partes. A criança deve escutar cada parte, identificar as figuras e colocá-las no local que lhes corresponde.

Objetivos:
  • Promover o respeito à diferença pela empatia com o personagem principal.
  • Incentivar o prazer e o interesse por ouvir histórias.
  • Estimular a compreensão do tempo, as habilidades narrativas e o raciocínio lógico.
  • Permitir que a criança se familiarize com a linguagem das histórias escritas.
  • Contribuir para a ampliação da capacidade de expressão e comunicação.

A Vaca Pita:


São apresentadas cinco imagens que a criança deve ordenar de acordo com uma história narrada. A história é contada por partes. A criança deve escutar cada parte, identificar as figuras e colocá-las no local que lhes corresponde.

Objetivos:
  • Mostrar à criança que o queijo vem do leite da vaca e, assim, contribuir para que ela perceba que os alimentos têm fontes naturais e são transformados pelo ser humano para serem consumidos.
  • Incentivar o prazer e o interesse por ouvir histórias.
  • Estimular a compreensão do tempo, as habilidades narrativas e o raciocínio lógico.
  • Permitir que a criança se familiarize com a linguagem das histórias escritas.
  • Contribuir para a ampliação da capacidade de expressão e comunicação.

Crescimento:


Aparecem, na tela, quatro mulheres com idades diferentes: bebê, criança, adulta e idosa. A criança deve ordená-las da mais nova para a mais velha:

Objetivos:
  • Estimular a criança a pensar e formular hipóteses sobre o ciclo de vida humano.
  • Incentivar a comparação e o desenvolvimento dos conceitos de mais e menos (mais novo e mais velho).
  • Contribuir para o desenvolvimento das noções de tempo e sequência.

Jogo da memória:


Um jogo da memória, com 12 pares de letras coloridas, é oferecido. O jogador precisa encontrar e reunir as letras iguais.

Objetivos:
  • Promover o reconhecimento das letras pela criança. Fazer com que ela se familiarize com as suas formas e consiga diferenciá-las.
  • Estimular a memória de trabalho da criança.
  • Incentivar a coordenação visual e motora da criança.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “O Doce”, “Lalá” e “O Papa Papão”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As três músicas contém jogos de palavras e repetições de sons.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para o reconhecimento dos sons que formam as palavras da língua portuguesa (consciência fonológica) por meio das repetições de sons.
  • Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.

Nave da Descoberta



Papai Noel:


É contada a história real do Papai Noel: Ele foi São Nicolau, um bispo da cidade de Mira que jogava presentes pela janela da casa das pessoas. A atividade não desmente a crença no Papai Noel.

Objetivos:
    Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Despertar a curiosidade da criança em relação ao tema abordado. Estimular a sua imaginação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Língua Portuguesa:


São apresentados alguns países que, como o Brasil e Portugal, falam português: Angola, Moçambique, Timor Leste, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau e São Tomé e Príncipe.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos diferentes países e às suas características. Fomentar a sua imaginação.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Dia do livro:


Informa-se o jogador de que o dia 18 de Abril é o dia nacional do livro e que esta data foi escolhida por ser o aniversário de Monteiro Lobato, um grande escritor brasileiro.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança por livros e escritores brasileiros, especialmente pelas obras de Monteiro Lobato.
  • Incentivá-la a se familiarizar com as medidas de tempo e o calendário.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Contribuir para que a criança relacione o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa



Colorindo letras:


São apresentados, para imprimir e colorir, desenhos de letras e objetos que começam com estas letras.

Objetivos:
  • Incentivar a criança a se familiarizar com as letras e suas formas.
  • Propiciar material gráfico com o desenho das letras para a criança manusear.
  • Estimular a sua coordenação motora fina e o uso do lápis.

Jogo da memória:


São oferecidos 16 pares de cartas com desenhos de letras para imprimir, recortar e jogar. Se reunidos com as cartas dos outros mundos, podem formar um jogo da memória com um nível maior de dificuldade.

Objetivos:
  • Promover o reconhecimento das letras pela criança. Contribuir para que ela se familiarize com as formas das letras e consiga diferenciá-las.
  • Estimular a sua memória de trabalho.
  • Fomentar as suas habilidades sociais e de seguir as regras do jogo.

Ligue os pontos:


São oferecidas, para imprimir, duas atividades de ligar os pontos com números até 10. Os desenhos formados são letras. A criança pode colori-los depois de desenhá-los.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança memorize a forma das letras e a sequência dos números até 10.
  • Incentivar a sua curiosidade sobre o desenho das letras, que se formará no final.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.

No planeta Movimentando, você encontrará as seguintes atividades:

Nave da Diversão



Criando um rosto:


É apresentado um desenho com os contornos de um rosto feminino. A criança deve escolher um cabelo, um par de olhos, uma boca e um nariz para formar um rosto feliz. Ela tem algumas opções com expressões que podem indicar felicidade e outras que representam sentimentos diferentes.

Objetivos:
    Levar a criança a identificar, manipular e explorar as partes de um rosto, mesmo se não souber seus nomes. Incentivá-la a reconhecer e construir expressões faciais, estimulando assim sua capacidade de compreensão e comunicação não verbal.

Montando um palhaço:


Aparece o desenho de um palhaço em preto e branco. Ao lado dele, se encontram peças coloridas das partes do seu corpo, como a boca, os sapatos, etc. A criança deve encaixar as peças coloridas no desenho em preto e branco.

Objetivos:
    Promover a observação e o reconhecimento das partes do corpo e do rosto do palhaço. Não há necessidade de saber os nomes destas partes. Estimular o desenvolvimento da lateralidade e do reconhecimento da simetria.

Caminho certo:


Aparece um cachorro diante de quatro caminhos, cada um com um animal ou grupo de animais no final. A criança deverá escolher o caminho que levará o cachorro à sua família, ou seja, ao grupo de cães.

Objetivos:
    Estimular o raciocínio e a habilidade da criança de lidar com categorias: ela deve perceber que a família do cachorro só pode ser formada por outros cães. Levar a criança a observar a continuidade entre os trajetos que o cão pode seguir: identificar o início e o final de cada caminho. Incentivar o seu interesse por animais comuns.

Quebra-cabeça:


É apresentado um quebra-cabeça de 20 peças para a criança montar com a ajuda do mouse. Inicialmente, as peças estão embaralhadas na tela. O desenho formado é o de um cachorro.

Objetivos:
    Estimular o raciocínio e a capacidade de resolver problemas da criança. Levá-la a prestar atenção à forma e ao desenho das peças para encaixá-las corretamente. Contribuir para o desenvolvimento da sua coordenação visual e motora. Incentivá-la a se interessar por quebra-cabeças como forma de diversão e estimular a sua curiosidade em relação ao desenho final.

Movimentos do corpo:


São apresentados seis desenhos de crianças brincando e fazendo esportes. O jogador deve clicar em algumas delas, seguindo as instruções verbais de Gutinho. Para isso, precisa identificar a atividade de cada criança.

Objetivos:
    Incentivar a criança a se interessar pelos esportes e pelas brincadeiras representados na atividade. Estimular o desenvolvimento do seu vocabulário pela apresentação de palavras relacionadas a esportes e brincadeiras. Contribuir para que ela valorize as atividades físicas como fonte de prazer e diversão.

Mais movimentos do corpo:


Aparece um desenho de cinco crianças brincando. O jogador precisa identificar a atividade de cada uma delas e clicar em algumas. Quando passa o mouse por cima dos desenhos, os personagens se movimentam.

Objetivos:
    Despertar o interesse da criança em relação às brincadeiras representadas na atividade. Estimular o desenvolvimento do seu vocabulário pela apresentação de palavras relacionadas às brincadeiras. Contribuir para que ela valorize as atividades ao ar livre como fontes de prazer e diversão.

Expressão:


São apresentados cinco rostos estilizados que representam emoções diferentes. Seguindo as instruções de Gutinho, a criança deverá clicar no que expressa raiva, no alegre e no triste. Para isso, deverá conseguir identificar os traços que definem estas emoções.
Objetivos:
    Estimular a criança a sistematizar o seu conhecimento intuitivo sobre as expressões faciais para fazer abstrações e reconhecer as emoções nas figuras apresentadas. Incentivar o desenvolvimento da sua capacidade de compreensão e expressão não verbais. Contribuir para que a criança observe e se interesse pelas emoções dos demais.

Nave do Barulho



Músicas e cifras:


São apresentadas três músicas, “Peteca”, “Pipa” e “Cata-vento”. A criança pode ouvir a música e ver ou imprimir a sua letra e a sua cifra. As três músicas apresentam rimas e jogos de linguagem. Seu vocabulário é um pouco mais complexo do que os das músicas dos Mundos da Linguagem e Matematicando, mas o requisito para utilizá-las é apenas a criança gostar delas.

Objetivos:
  • Promover um contato espontâneo com as músicas infantis. Incentivar o gosto pela música e a memória musical.
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral da criança.
  • Incentivá-la a se envolver em jogos cantados e rítmicos dentro e fora do jogo.
  • Contribuir para o reconhecimento dos sons que formam as palavras da língua portuguesa (consciência fonológica) por meio das rimas e repetições de palavras.
  • Estimular o estabelecimento de relações entre a letra cantada e a escrita da música, mesmo que a criança não saiba ler.
  • Despertar a curiosidade e o interesse da criança em relação às brincadeiras descritas nas músicas: peteca, cata-vento e pipa.

Nave da Descoberta



Esportes mais praticados:


São apresentados os 10 esportes mais praticados no Brasil: futebol, vôlei, tênis de mesa, natação, futsal, capoeira, skate, surfe, judô e atletismo.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação aos esportes e valorizá-los como fonte de lazer e diversão.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Esporte mais completo:


Aparece um desenho e um texto que contam que a natação é considerada o esporte mais completo, pois, quando uma pessoa nada, ela exercita muitos músculos do seu corpo.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação à natação e valorizar o esporte como fonte de saúde e lazer.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Esqueleto:


Aparece uma figura com o esqueleto humano e um texto que afirma que ele é composto por 206 ossos.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação ao seu corpo e ao que se encontra embaixo da sua pele.
  • Estimular a compreensão de para que serve a escrita e de como ela funciona. Incentivar a criança a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Músculos faciais:


É oferecida a informação de que o ser humano utiliza 72 músculos para falar uma sílaba e 14 para sorrir.

Objetivos:
  • Despertar a curiosidade da criança em relação ao próprio corpo e ao seu funcionamento.
  • Estimulá-la a compreender para que serve a escrita e como ela funciona. Incentivá-la a relacionar o texto ouvido com o escrito, mesmo sem saber ler.
  • Promover a valorização da escrita como fonte de prazer e informação.
  • Contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral da criança, para o aumento do seu vocabulário e para que ela aprenda sobre a linguagem utilizada nos textos escritos.

Nave Mão na Massa



Jogo da memória:


São oferecidos 10 pares de cartas com desenhos de esportes para imprimir, recortar e jogar. Se reunidos com as cartas dos outros mundos, podem formar um jogo da memória com um nível maior de dificuldade.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança reconheça as atividades representadas e estimular a sua curiosidade em relação aos esportes. Incentivá-la a perceber estas atividades como fonte de diversão e lazer.
  • Estimular a sua memória de trabalho.
  • Fomentar as suas habilidades sociais e de seguir as regras do jogo.

Colorindo:


É oferecido um desenho em preto e branco de um garoto cadeirante jogando basquete, para a criança imprimir e colorir da forma que desejar.

Objetivos:
  • Permitir que a criança brinque com as cores, veja o resultado e possa compartilhar o desenho com outras pessoas.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e contribuir para o aperfeiçoamento da sua coordenação motora fina.
  • Incentivá-la a valorizar o desenho e a pintura como formas de representar o mundo.
  • Contribuir para que ela valorize as diferenças individuais e para que perceba que as limitações físicas nem sempre são um impedimento para a prática de esportes.

Ligue os pontos:


É oferecida, para imprimir, uma atividade de ligar os pontos com números até 21. O desenho formado é um menino.

Objetivos:
  • Contribuir para que a criança memorize a sequência dos números até 21.
  • Incentivar a sua curiosidade sobre o desenho que se formará no final.
  • Estimulá-la a perceber as atividades com lápis e papel como fontes de diversão e entretenimento.